“Quando o câncer de próstata é diagnosticado bem no início, as chances de cura passam dos 90%”

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo tipo mais incidente entre os homens, perdendo apenas para o câncer de pele não-melanoma. Mas o grande desafio é que o homem é conhecido por deixar a saúde em segundo plano e só busca ajuda médica quando já está sentindo dor. Contudo, esse comportamento pode ser fatal no caso do câncer de próstata.

Para conscientizar o público masculino sobre a prevenção e diagnóstico precoce dessa doença, a Oncoradium de Araguaína deu início à campanha do Novembro Azul nas unidades de quimioterapia e radioterapia. 

Pacientes que aguardavam atendimento na radioterapia assistiram uma palestra sobre a importância do autocuidado e ganharam um lanche da tarde. Os pacientes da unidade de quimioterapia, que fica no Hospital Regional de Araguaína – HRA, foram recepcionados com café da manhã, música e corte de cabelo gratuito fornecido pela Moustache Barbershop.

 Homem só vai ao médico quando já está doendo

“Ao contrário da mulher, o homem não tem o costume de fazer check up periódico. Ele costuma dizer que vai ao médico somente quando sente alguma coisa, então a ideia do Novembro Azul é criar no homem essa vontade de se cuidar, principalmente quando ele não sente nada”, explicou a enfermeira e palestrante Juliana Maciel.

Ela falou para os presentes sobre a importância do autocuidado, dos fatores preventivos, da necessidade da ida regular ao médico e de como o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura do paciente.

Essa orientação foi seguida direitinho pelo aposentado Libério Neto, em tratamento contra um câncer de próstata, que foi descoberto por meio de um exame de rotina.

“Um dia eu tive um problema de saúde e o doutor recomendou que eu fizesse exames de rotina todos os anos. Foi numa dessas consultas que eu descobri a doença e fiquei encabulado quando o doutor disse que eu estava com o problema. Até falei que não estava sentindo nada, mas estou aqui, fazendo o tratamento”, disse.

 Mais de 90% de chances de cura quando diagnosticado no começo

“Quando o câncer de próstata é diagnosticado bem no início, as chances de cura passam de 90%. É claro que precisamos avaliar todos os aspectos da doença individualmente, mas quanto mais precoce for o diagnóstico, melhor as chances do paciente”, explicou o Oncologista Clínico, Dr. Macilon Nonato.

A constatação só reforça a necessidade do exame clínico anual pelo toque retal e do PSA. A recomendação é de que eles comecem a ser feitos a partir dos 50 anos. Para aqueles que têm casos de câncer na família, o chamado grupo de risco, a idade recomendada cai para 40 anos.

A tesoura da boa ação

A equipe da Moustache Barbershop foi convidada pela Oncoradium para cortar gratuitamente o cabelo dos pacientes durante a abertura do Novembro Azul e o pedido foi aceito prontamente pelo Tiago Costa, dono do salão.

“Não tem preço o que estou sentindo, é um trabalho que a gente realiza de coração, porque a necessidade, o problema de cada um a gente já entende, então fazer parte de um pouquinho da felicidade deles é de uma satisfação enorme”, destacou Tiago.

O aposentado José Ribeiro Rocha é da cidade de Presidente Kenedy e foi surpreendido com a recepção calorosa. “Eu vim só fazer o tratamento e quando cheguei teve tudo isso, café da manhã, o pessoal da igreja cantando e ainda ganhei um corte de cabelo, então fiquei muito feliz”, finalizou.