O câncer de rim corresponde a 3% de todos os tumores malignos. Sua incidência tem aumentado 2% a cada ano. É duas vezes mais comum nos homens do que nas mulheres e geralmente acomete pessoas entre os 55 e 75 anos de idade, sendo relativamente raro em indivíduos abaixo de 45 anos de idade.

Nas fases iniciais, o câncer de rim não costuma causar sintomas. Quando surgem, os sinais e sintomas mais comuns são:

  • Sangue na urina
  • Dores na região lombar
  • Emagrecimento
  • Diminuição do apetite
  • Cansaço
  • Palidez

Os principais exames de imagem para visualizar lesões renais são: ultrassonografia, tomografia computadorizada e ressonância nuclear magnética.

Os principais fatores de risco são os agentes cancerígenos existentes na fumaça do cigarro que caem na corrente sanguínea e chegam aos rins em altas concentrações. Além do tabagismo, a obesidade, aparentemente, é responsável por alterações hormonais que colocam esse grupo de pessoas sob maior risco de desenvolver câncer renal. Fatores hereditários, como histórico de câncer renal em um ou vários parentes de primeiro grau aumenta a probabilidade de desenvolver a doença. Síndromes genéticas, a mais comum, conhecida como doença de von Hippel-Lindau, é responsável por 1% a 2% dos tumores renais malignos.

A depender do estágio do câncer, pode ser tratado por meio de cirurgias abertas e tratamentos de radiofrequência.

Confira a nossa Cartilha Março Vinho para mais informações sobre tratamento e prevenção do câncer de rim.